Trilha de Metodologias Ágeis: Parte 1- kanban

Kanban board at workplace vector illustration for agile scrum management and teamwork business planning. Cartoon computer at office table, meeting schedule and project plan memo notes

Olá pessoal, tudo bem? A um tempão atras falei sobre metodologias ágeis, e mencionei alguns tipos de métodos ágeis, porém não expliquei a fundo como funciona cada um desses métodos. A partir de hoje estou criando uma trilha de explicação de cada um desses métodos que já havia mencionado, quem sabe vocês não se identificam e aplicam algo no seu ambiente.

E o primeiro da nossa trilha é o Kanban, que nada mais é que um sistema de gestão visual onde é possível controlar tarefas e fluxos de trabalhos através de colunas e cartões, apresentando ao interessado uma melhor visão de tudo o que está acontecendo na organização.  

Como funciona o Kanban?

Ele é dividido em três partes: Colunas, Cartões e Quadro.

Colunas: Nas colunas é onde você vai encontrar os status dos cartões. Crie as colunas com os estados de A fazer, Em execução e Feito. Caso sua organização necessite de outros estados para as colunas, ou outras nomenclaturas, é possível mudar. Desde que atenda as equipes de trabalho, e que continue fazendo sentido no sistema.

Nessas colunas você consegue inserir os cartões que representam cada uma delas. Ex.: Na coluna “A fazer”, é possível inserir um novo projeto de Migração de Sharepoint por exemplo. Na coluna “em execução” você move todos os seus projetos que estão em execução, incluindo o projeto do seu Sharepoint quando ele começar a ser feito.  

Cartões: É aqui que você vai colocar suas tarefas. Usando o exemplo anterior. Você inseriu na coluna em execução o projeto do seu Sharepoint, no cartão você pode colocar como tarefa “criação da estrutura de migração”, quando esse cartão for concluído, ele é migrado para a etapa feito. E outro cartão é criado para o próximo passo do projeto. 

Os cartões são diferenciados por cor, cada cor vai indicar quem é o responsavel pela tarefa e sua respectiva prioridade ou criticidade.

Quadro: O mais importante de tudo. É nele que está o Kanban. Aqui você monta suas colunas e cola seus cartões. Cada quadro é de responsabilidade de uma equipe, ou seja, não misture projetos nem equipes diferentes nos quadros.

Tipos de Kanban

Existem dois tipos de Kanban, o de Produção e o de Movimentação.

Produção: É o voltado em realizar a gestão de tarefas. Conforme expliquei no exemplo anterior, você pode colocar atividades, projetos e ir mudando-o de coluna conforme for evoluindo as tratativas.

Movimentação: Esse é muito utilizado em indústrias, pois seu objetivo é realizar controle de estoque, o típico entrada e saída. Ele funciona exatamente igual o primeiro, a diferença é que no lugar de projetos, você insere produtos. Quantos produtos preciso fazer? Qual a urgência em cada produto?. E assim por diante.

                A seguir uma imagem sobre o funcionamento desse tipo de kanban.

Fonte da imagem: https://artia.com/kanban/

Beneficios do kanban

Imagine um quadro na parede do seu escritorio com suas tarefas da semana. A visibilidade com facilidade do que você e sua equipe precisão fazer, diminuem esquecimentos e falta de alinhamento entre as demandas.

Sabe ao certo o impacto e criticidade da demanda ou solicitação, evita a priorização de tarefas de maneira errada.

O seu trabalho depende da entrega do outro, mas por que a etapa anterior ainda não saiu? Colaboração e visibilidade que alguem precisa de ajuda para terminar algo, é sensacional.

Será que preciso de mais pessoas ou menos pessoas para esse projeto? Dimensionando visualmente o trabalho de cada um, é possivel reduzir custos desnecessarios, e dimensionar melhor as tarefas.

Agora que você aprendeu um pouco sobre kanban, é possivel separar suas equipes e projetos, e começar a aplicar na sua empresa. Não se apegue apenas ao quadro na parede, o kanban possui diversas ferramentas online gratuitas que podem te ajudar nisso.

Abraços e aguardo vocês no proximo post da trilha

Sobre Bianca Dezorzi 21 Artigos
Formada em Gestão de T.I, apaixonada por cães e sempre aprendendo. Atualmente trabalho como Customer Success Manager e coordeno uma poderosa central de serviços

2 Comentário

  1. Muito legal o artigo. Eu gosto de usar bastante o Trello, nele eu separo as colunas por Backlog, In progress, On approval e Fineshed. Dessa forma eu consigo executar com mais precisão meus projetos pessoais.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*