Mindset – Virando a chave

Por diversas vezes participamos de reuniões, palestras e eventos motivacionais que estão sempre nos dizendo o quão devemos mudar o nosso Mindset. Pensar como dono, evoluir e etc. Ok, mas como?

Apesar da palavra já dita “Mindset” ter se tornado clichê, não podemos fugir de sua importância. Mas antes, vamos entender alguns princípios:

O que é mentalidade?

O termo refere-se a uma predisposição psicológica na qual uma pessoa ou grupo têm para determinados pensamentos e padrões de comportamento. Pode-se referir á maneira como nações inteiras se conduzem ideologicamente.

Certo, mas o que significa mudar o mudar o Mindset?

Significa mudar a sua forma tradicional de pensar. Em outras palavras, reconfigurar a mente de forma direta ou indiretamente, desde as decisões do seu cotidiano até aquelas que podem mudar de forma radical a vida de uma pessoa.

Só a mudança de mentalidade não determina um Mindset, mas há relação com outras qualidades como por exemplo postura, atitudes, interesses e limitações.

No livro “Mindset – A nova psicologia do sucesso” de Carol Dweck, diz que há 2 tipos de Mindset: Fixo e de Crescimento.

Mindset Fixo

Você já deve ter ouvido uma expressão “Eu nasci assim e vou morrer assim”. Isso define o modo pensar de alguém com o Mindset Fixo. Para essas pessoas, não existe evolução de uma habilidade. Apenas o dom ou o talento nato é que pode ser desenvolvido.

Mindset de Crescimento

Pessoas com esse tipo de mentalidade, já é o oposto. Estão dispostas ao aprendizado. Acreditam que com dedicação, esforço e força de vontade é possível crescer. Elas entendem que com o tempo é possível aprimorar uma habilidade ou competência.

Como já foi dito, o Mindset não está ligado apenas a mentalidade. Segue exemplo de alguns fatores:

  • Crenças
    A sua crença está ligada ao aprendizado desde a sua infância, o que acaba se tornando algo muito difícil de se desvencilhar desse tipo de pensamento, já que desde sempre ouviu que aquela determinada habilidade está ligada ao talento natural. Pessoas com Mindset fixo, acreditam que é imutável aprimorar habilidades ou conhecimento. Já quem tem o Mindset de crescimento está sempre em busca de melhorar as suas habilidades e crê que o trabalho intenso e esforçado é o que gera resultado.
  • Limitações

Pessoas que não conseguem ir além e na verdade não há sem sequer uma tentativa, já definiram uma limitação em suas mentes. Já nas pessoas com a mentalidade de crescimento, não há limites. Qualquer barreira pode ser superada com esforço e dedicação.

  • Interesse

No Mindset fixo, as pessoas estão acostumadas a realizar tarefas fáceis ou que já dominam, pois já entraram na sua zona de conforto. Quem tem o Mindset fixo, estão sempre em busca de algo novo, que possam realmente aprender independente do grau de dificuldade.

Na teoria já deu para entender, mas trazendo para um lado um pouco mais prático e pessoal, quero compartilhar uma experiência que foi libertadora em minha vida e o ponto chave para uma nova mentalidade que me trouxeram muitos benefícios pessoais e profissionais.

Em fevereiro de 2014, saí de uma empresa no qual trabalhava e com o valor da rescisão, decidi “empreender”. Sem conhecimento algum ou experiência passada, minha esposa e eu optamos por montar uma loja de roupa. Então com ajuda de algumas pessoas consegui contatos de fornecedores das peças e acessórios para a loja. Além disso, encontramos um salão ideal para montarmos o nosso negócio.

Contatei o proprietário, agendamos uma visita, fomos até o local, definimos o valor e tempo de permanência. Me lembro muito bem nitidamente do exato momento no qual apertamos as mãos selando o acordo. E o sentimento que tive é algo que nunca mais vou esquecer. Pois foi o ponto de “virada de chave” no Mindset.

Toda experiência técnica ou o que eu tinha passado não valia de nada naquela situação. Uma mistura de frio na barriga e pensamentos como “Que raios estou fazendo?”. Medos começaram a surgir, pois tinha que pagar o aluguel, comprar as peças de roupas, adquirir acessórios, limpeza/pintura da loja e não me dispunha de recursos financeiros para tal investimento. Mas a vontade de fazer dar certo era maior.

A partir daí, comecei a pensar de forma diferente do modelo tradicional no qual era quase uma crença: “se eu não fizer alguém fará por mim”. Já se encontrava em uma zona de conforto. Esse tipo de mentalidade morreu no instante que apertamos a mão e deu lugar a uma nova: “Se eu não correr atrás, nada se resolverá de forma automática”.

Resumindo, conseguimos montar a loja e surgiram mais diversos desafios que me fez evoluir.

Mas como essa é uma história de Mindset e não de sucesso em montagem de lojas (rsrs), sim depois de 8 meses eu quebrei. Mas com certeza, levo como experiência para a vida toda. Naquele momento não tinha essa noção, mas o meu Mindset havia mudado.

Devido á questão financeira voltei ao mercado de trabalho, mas já não era o mesmo. Tinha uma visão totalmente diferente do negócio. E com toda certeza não foi apenas o meu conhecimento técnico (Hard skills) que me levou a ter oportunidades de por exemplo se tornar sócio da empresa que estou hoje. Mas sim, o entendimento em me colocar no lugar do dono, entender os problemas que existem e se predispor a solucionar sem pensar em recompensas. Com isso, aprendi novas habilidades e as existentes foram aperfeiçoadas.

Não, não atingi totalmente o Mindset de crescimento e nem sei se isso é possível, mas por se tratar de uma evolução da mentalidade há um certo tempo para isso ser perceptível. Muitas vezes só é percebido quando as coisas rumam em uma direção na qual não estamos acostumados. Como por exemplo, se afastar naturalmente e de forma imperceptível de pessoas com mentalidades que divergem da nossa ou até mesmo ter oportunidades que antes nunca nem sonhamos em tê-las.

Como disse, não é da noite para o dia que temos essa “virada de chave” em nossa mente. Deixo alguns exercícios de autoanálise para se fazer periodicamente:

O que eu quero repassar dessa experiência, é que por muitas vezes ficamos com a aquele pensamento antiquado sobre certas coisa e termos atitudes como “eu faço dessa maneira porque aprendi assim” por justamente termos o Mindset fixo. Com isso, limitações são impostas antes de mesmo de simplesmente tentar iniciar ou aprender algo. Mas com certas atitudes que decidimos adquirir, por mais simples que sejam elas, já faz uma diferença enorme em nosso futuro.

Sobre Allan Nemes 4 Artigos
Formado em Redes de Computadores pela FIAP com certificações em Office 365 e Microsoft Azure. Administrador de Rede e Sócio da BNP Soluções em TI. Fanático por música e tecnologia, além de grande apreciador de Cervejas Artesanais!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*