Jornada da Migração para o Azure parte 5

Chegamos ao último artigo dessa jornada, esse artigo será feito apenas como guia e dicas para você que deseja migrar seu workload para a nuvem.

Dica 1: Motivos da Migração x Expectativas

Definir o principal motivador para a migração para a nuvem, alguns exemplos:

– Melhora na performance?
– Mais segurança física?
– Elasticidade sob demanda?

Se em um cenário o cliente só não quer ficar refém do hardware ou ambiente local dele, não tem por que sair “modernizando” o ambiente dele para deixar nativo a nuvem, tentar modernizar um ambiente legado pode tornar a jornada de migração para a nuvem uma péssima experiência e você ter a difícil missão de voltar tudo para o ambiente on-premise

Dica 2: Prazos

Qual o prazo para a migração? Caso você esteja em um cenário conhecido como “para ontem” rsrs a melhor opção provavelmente é o lift and shift. Mas e se você precisa transformar a estrutura em nativa para cloud mas tem um prazo curto para fazer a migração para a nuvem?

Nesse caso você pode utilizar a estratégia de migrar a estrutura do jeito que está (lift and shift) e subir um ambiente paralelo para modernização e migrar aos pontos o seu workload (rip and replace)

Dica 3: Compatibilidade

Há uma série de limitadores que vai impedir fazer um lift and shift para o Azure, um exemplo disso são máquinas Linux com Kernel antigo ou modificado, para descobrir a compatibilidade do Linux vale olhar a documentação da Microsoft no link abaixo:

https://docs.microsoft.com/pt-br/azure/site-recovery/azure-to-azure-support-matrix

Dica 4: Legado x Nuvem

Você não precisa adotar somente uma estratégia de migração ao mesmo tempo, é possível modernizar parte do worload e migrar do jeito que está o outro, não existe regra, e todos os artigos que escrevi são apenas um guia para auxiliar na tomada de decisão.

Também criei diagrama para te auxiliar na tomada de decisões em qual ferramenta utilizar:

Diagrama caminhos para migração

Chegamos ao final dessa jornada, se quiser conferir o início de tudo pode acessar a parte 1 abaixo:

Acompanhe o blog que vou postar mais dicas e ferramentas para ajudar na sua tomada de decisão para realizar uma migração para o Azure
Nos vemos nos próximos posts 😉

Sobre Jackson Martins 27 Artigos
Aquele cara que não cansa de aprender e estudar! Empresário, Blogueiro, Instrutor e até youtuber. Curioso por natureza, não desisto até aprender e entender como tudo funciona 😜

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*