Por que contratamos um plano de internet, e não baixo arquivos na velocidade contratada?

Os planos comercializados são diversos, 10 Megas, 20 Megas, 100 Megas, no entanto quando fazemos um download de um determinado arquivo, a velocidade não chega nem próximo a este valor. Mas o que são estes “Megas”?

Existe uma certa diferença entre Megabytes e Megabits, o plano é comercializado em Megabytes, que é uma grandeza maior se comparada aos Megabits que, por sua vez, é a velocidade em que normalmente navegamos.

Cada Byte é composto por 8 bits, um kilobyte por 1024 bytes e um megabyte por 1024 kilobytes, com isso quando contratamos um plano de 10 Mb (b minúsculo se refere a bits) na verdade navegamos a 1.25 MB/s (B maiúsculo se refere a Bytes).

Com isso em mente, podemos utilizar estes cálculos para fazer a transformação dos demais planos, sendo que a fórmula é dividir o valor do plano contratado por 8, chegando assim à velocidade aproximada de navegação.

Tabela de Medidas

Além de seguir estes passos, devemos nos atentar à nossa infraestrutura de rede, onde devemos possuir equipamentos que condizem com a velocidade contratada para alcanças os melhores resultados.

Cabeamento: Ideal que seja no mínimo um cabo de categoria Cat5e, que navegam até 1000 Mb/s.

Modelo de Cabo de Rede

Switchs: Se sua rede cabeada for um pouco mais ampla, necessitará de um switch, este deverá ser do tipo /1000, ou Giga, como são conhecidos, navegando assim como os cabos, até 1000 Mb/s ou 1 Gb/s.

Modelo de Switch

Roteadores: Estes são os principais, é onde o sinal “começa” dentro da residência/empresa. Devem seguir a mesma linha dos switchs, sendo “Gigas”, mas aqui devemos nos atentar também para que possua suporte as redes de 5Ghz (Não confundir com 5G da telefonia móvel), está também nos permite navegação sem cabos acima de 50 Mb/s, que é a velocidade média entregue por uma rede 2.4 Ghz, presente nos roteadores mais antigos.

Modelo de Roteador

Computadores/Celulares: Por fim, o equipamento “final”. Se for navegar via cabo, as placas de rede devem seguir o padrão GigaEthernet “Giga”, mesmo padrão dos switches e roteadores. Já se a navegação for via wireless, devemos nos atentar se os equipamentos possuem suporte para 5Ghz.

Dispositivos Diversos

Pode parecer confuso, mas na dúvida, procure por um profissional qualificado que possa lhe oferecer o melhor serviço.

Sobre Jhonathan Chaves 3 Artigos
Amante de novas tecnologias, apaixonado pela família e louco pelo Corinthians.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*