Pizza como serviço? – Entenda os modelos de contratação de Nuvem

Fala pessoal tudo bem com vocês?

Hoje em dia com a popularização da nuvem, as pessoas estão cada vez mais interessadas em aprender sobre, mas para nós da área, conceitos como PaaS, IaaS, SaaS, DraaS são muito comuns, porém, como explicar isso para quem não é da área?

Foi aí que criaram o conceito Pizza as a Service ou Pizza como Serviço, é uma analogia que dá para entender bem as tarefas, responsabilidades e obrigações de cada conceito.

Vamos pegar como exemplo, 3 conceitos de nuvem (IaaS – PaaS – SaaS) abaixo segue o exemplo prático de cada conceito

Para pessoas da área de tecnologia, termos técnicos como Virtualização, Runtime, Sistema Operacional são bem simples e só com a imagem acima já conseguimos entender as responsabilidades de cada um.

Agora vamos fazer a analogia comparando as diversas formas possíveis de comer uma pizza:

1 – Fazer a pizza em casa (ambiente local)

Aqui você é responsável por tudo: comprar os ingredientes, saber a receita, ter um local para fazer a pizza, ter os recursos para preparar a pizza e por fim, comer a pizza depois de pronta.

Ambiente Local / on-premise = O mesmo acontece em você ter o recurso local, você é responsável desde infraestrutura física, comunicação de rede até instalação do sistema operacional e aplicativos e só no fim usufruir dos recursos necessários para o funcionamento do negócio. Ex: Servidor local, switches, cabos de rede, CPD etc.

2 – Comprar pizza congelada (IaaS)

Aqui você já tem mais facilidades, terá apenas o trabalho de preparar a mesa para comer a pizza e esquentá-la

IaaS = Nesse modelo de nuvem, você não se preocupa com infraestrutura física, apenas em preparar as máquinas virtuais e configurar os aplicativos e sistemas operacionais. Ex: Máquina virtual

3 – Pizza Delivery (PaaS)

Se preocupe apenas de ter um local para comer, pizza já vem pronta! Tenha liberdade de escolha, pode escolher pizza quadrada, calzone e vários tipos diferentes.

PaaS = Ambiente pronto para desenvolver seu aplicativo, não se preocupe com sistema operacional ou hardware. Ex: E-commece, Hospedagem de site, sistemas web etc.

4 – Jantar fora (SaaS)

Aqui você simplesmente consome, o único trabalho é pagar! O que conta aqui é a experiencia em como um todo, desde comer bem até ser servidor de forma profissional com cortes específicos etc.

SaaS = Aqui você consome o recurso diretamente, sem se preocupar em desenvolver o código, hardware ou software, escolha o produto pronto e consuma! Ex: Email, Office365, Teams, One Drive etc.

Espero que esse artigo consiga elucidar quem ainda tem dúvidas sobre os modelos de contratação de nuvem
nos vemos nos próximos posts
Até mais 😉

Sobre Jackson Martins 15 Artigos
Aquele cara que não cansa de aprender e estudar! Empresário, Blogueiro, Instrutor e até youtuber. Curioso por natureza, não desisto até aprender e entender como tudo funciona 😜

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*